Programa Formação-Ação Dinamizar

CCP – ACIRO

_________________________________________________________________

 

Identificação e Enquadramento do Projeto

Aviso: 34/SI/2015

Projeto: POCI-03-3560-FSE-000041

Programa Operacional: Programa Operacional Competitividade e Internacionalização

Fundo: FSE

Eixo Prioritário: Promoção e sustentabilidade e da qualidade do emprego

Objetivo temático: Promoção e sustentabilidade e da qualidade do emprego e apoiar a mobilidade laboral

Prioridade de investimento: Adaptação dos trabalhadores, das empresas e dos empresários à mudança

Tipologia da operação: Formação-ação para PME

Organismo Intermédio: IAPMEI, I.P. – Agência para a Competitividade e Inovação

 

Montantes envolvidos

Custo total elegível: 228.334,74€

Comparticipação FSE: 205.501,27€

Data início do projeto: 2017-05-22

Data de fim do projeto: 2018-12-31

 

Síntese do projeto

Como forma de intensificar a formação dos empresários e gestores para a reorganização e melhoria das capacidades de gestão, assim como dos trabalhadores das empresas, apoiada em temáticas associadas à inovação e mudança, a Associação Comercial, Industrial e Serviços da Região Oeste assume-se como entidade promotora para a Formação-Ação, em 25 empresas das áreas do comércio e serviços.

 

Descrição e Objetivos do Projeto

Através da formação em formato workshop direcionada aos empresários, pretende-se dotar as empresas dos conhecimentos necessários para:

 

·         Aperfeiçoar os níveis de qualificação dos RH e de desempenho organizacional das PME;

·         Preparar as PME para a obtenção de um sistema de reconhecimento de qualidade;

 

Metodologia de Formação-ação

A formação-ação é uma intervenção com aprendizagem em contexto organizacional e que mobiliza e internaliza competências com vista à persecução de resultados suportados por uma determinada estratégia de mudança empresarial. Os tempos de formação e ação surgem sobrepostos e a aprendizagem vai sendo construída através do desenvolvimento das interações orientadas para os saberes fazer técnicos e relacionais. Trata-se de uma metodologia que implica a mobilização em alternância das vertentes de formação (em sala) e de consultadoria (on the job) e, como tal, permite atuar a dois níveis:

·         A nível dos formandos: procura desenvolver competências nas diferentes áreas de gestão, dando resposta às necessidades de formação existentes;

·         Ao nível da empresa: procura aumentar a produtividade, a capacidade competitiva e a introdução de processos de mudança/inovação nas empresas.

O projeto será desenvolvido nos anos de 2017 e 2018 e estrutura-se em oito fases: uma primeira fase de diagnóstico, sete fases de implementação do plano de ação, incluindo a fase de avaliação intercalar, e um workshop de avaliação de resultados, dando no conjunto coerência a todo o processo formativo.

 

Áreas Temáticas do Projeto

Desempenho Organizacional

Qualidade

 

Financiamento

90% das despesas elegíveis